Acidente deixa Airton do SETAE em estado gravíssimo

 

Airton José da Silva, gerente da SETAE em Nova Xavantina, foi vítima de acidente na manhã de (10/10), por volta das 10h10min, no cruzamento das ruas em frente ao Mercado Serra Dourada Três, no bairro Novo Horizonte.

 

Segundo informações, o caminhão do Frigorífico Nova carne, que estava sendo pelo senhor Fausto Hernane Rodrigues, trafegava pela rua que dá acesso a avenida Constantina bateu na moto conduzida por Airton que trafegava na rua que dá acesso a rodovia BR 158.

 

Airton bateu na lateral do caminhão e foi arrastado por mais de dois metros, tendo sofrido vários ferimentos e foi transferido no começo da tarde para Goiânia, onde se encontra internado no Hospital da UNIMED.

 

Segundo informações repassadas pelo proprietário da empresa SETAE, senhor José Vidal, o estado de saúde de Airton é gravíssimo correndo risco de morte. A preocupação dos médicos de Nova Xavantina, segundo José Vidal, era a de que Airton poderia não resistir a viagem, no entanto, na hora em que a reportagem conversa com o senhor José Vidal, o avião havia chegado a Goiânia e Airton já estava na ambulância a caminho do Hospital.

 

Agora há pouco, Jenifer, a filha de Airton, nos informou pelo Facebook, que seu pai já está no hospital, no entanto, não soube informar o estadode saúde, dizendo apenas que é muito grave o estado de saúde de seu pai, e que ele se encontra na UTI no Instituto Ortopédico de Goiânia.

 

A reportagem conversou com o motorista do caminhão, senhor fausto, nos informando que no momento do acidente o mesmo estava fazendo o cruzamento da rua em que Airton estava trafegando, e, em razão das ondulações na pista estava empreendendo pouca velocidade e que Airton dirigia em alta velocidade. Nos informou, inclusive que as marcas de frenagem na pista são de aproximadamente 2m e 40cm do caminhão e 15 metros e 60 centímetros da moto.

 

Sávio José de Carvalho, proprietário do Frigorifico, nos informou que Fausto não possui habilitação e ocupa a função de chefe de carregamento no Frigorífico e nesta manhã pegou o caminhão para levá-lo ao lavador para fazer a lavagem antes do carregamento e estava retornando para o Frigorifico quando ocorreu o acidente.

 

Segundo Sávio o Corpo de Bombeiros foi acionado, no entanto, demorou 22 minutos para chegar ao local do acidente, e, pior ainda, não foram prestar socorro com a ambulância, tendo comparecido, inicialmente, em uma camionete. Ainda, segundo Sávio, a Policia Militar demorou 47 minutos para chegar ao local do acidente.

 

Escrito por O Linguarudo