ARAGUAIA: Suplente de Deputado Assume com demagogia

O segundo Suplente de Deputado Estadual, Cândido Teles (PSB-MT), assumirá por 120 dias no lugar do Deputado Zeca Viana.
A posse de Cândido na suplência será em virtude de acordo para privilegiar a coligação.
No entanto, o suplente de deputado estadual, talvez por mal assessoramento, chega à Assembléia achando que tem "plenos poderes". 
Nem a chefia de gabinete de Zeca será alterada, continua à cargo da competente Renata do Carmo.
Com delírios de um iniciante, Teles divulgou à imprensa da capital que queria estabelecer ao governo do Estado o mesmo ritmo na Embrapa em relação aos DAS do governo do Estado.

Quando se remota ao motivo do mesmo ter feito parte da EMbrapa, de onde é oriundo, sem concurso, por nomeação, por DAS, inclusive por solidariedade a Ditadura Militar, que governava o Brasil quando de sua passagem pelo órgão federal. Uma passagem lamentável no serviço federal.
Então assumiu o cargo de maneira biônica, sendo partidário do militarismo que oprimiu os brasileiros por mais de duas décadas.E agora quer moralizar o DAS no Governo. Ou seja com discurso incoerente.

Vale informar que lamentavelmente, O falecido jornalista Josué de Oliveira, de Barra do Garças, foi um dos que foi vítima do "calote" de Candido, na campanha do então candidato Wanderlei Farias. Josué saia de Barra do Garças para Aragarças, onde ficava o QG de campanha utilizando até mototaxi, para fazer os seus serviços.
 

Josué morreu em 2010, aos 83 anos, sem receber 3.000 de honorários na campanha do candidato à prefeito, coordenada por Teles, após inúmeras e infrutíferas tentativas de receber. Outros jornalistas também amargaram calote, na campanha coordenada por Mario de Angelis, como a diretora do PERSPECTIVASMT, que levou o cano em 7.500 reais. No entanto, a equipe utilizou os roteiros de tv e demais materiais intelectuais, não pagos na integralidade. 
 

Com esse histórico, em seu curriculum, o suplente do Araguaia do PSB assume.

 

da redação- Beatriz Barbosa