Bororos se revoltam com invasão de xavantes e pegam motorista 'branco' como refém

 

Olhar Direto

 

 

Os índios Bororos da reserva Meruri em General Carneiro (440 km de Cuiabá) estão mantendo refém um motorista de ônibus dentro da aldeia Missão. Eles estão revoltados com uma ação dos xavantes que estão invadindo a área bororo e usam esse ônibus para transportar indígenas para o local.

O motorista Valdeci Leal, que é proprietário do ônibus, está sendo mantido refém pelos bororos que exigem a presença da Polícia Federal, da FUNAI e da imprensa. Os índios avisaram por telefone as autoridades sobre o impasse.

A revolta dos bororos se deve ao fato que os xavantes insistem em dizer que são donos de uma área dentro da reserva Meruri, porém historiadores afirmam que isso não é verdade porque os xavantes seriam na verdade do outro lado do rio Barreiro, após a cidade de General Carneiro.

Os bororos contam que a área invadida estaria sendo preparada para uma roça para alimentar a etnia. Os bororos enfrentam problemas históricos ao longo do tempo primeiro a interferência dos brancos, das missões religiosas e inclusive o uso de bebida alcoólica. Hoje, segundo informações, existem pouco mais de 800 bororos na região de General Carneiros.

Os xavantes são em torno de 12 mil e ocupam mais de 90% das áreas indígenas do Araguaia com as reservas Sangradouro (General Carneiro/Poxoréo), São Marcos (Barra do Garças), Parabubure (Campinápolis), Areões (Nova Xavantina) e agora a Marãiwatsédé conquistada em Alto Boa Vista.

A população de General Carneiro defende os bororos que são poucos e estariam fragilizados por causa dos problemas mencionados e não teriam como evitar uma invasão dos xavantes. A Polícia Federal de Barra do Garças tomou conhecimento do problema na manhã de hoje pela imprensa, porém disse que somente pode intervir se for acionada pela FUNAI.

Os bororos informaram que não machucaram o motorista que ele recebeu de ontem para hoje comida e água, porém aguarda a presença das autoridades para liberá-lo e evitar o conflito com os xavantes.  

 

Olhar Direto