Deputado de MT tem telefone hackeado e "piratas virtuais" tentam golpes bancários

Grupo envia mensagens em nome de Valtenir pedindo transferência de dinheiro

valtenir.jpg

Em nota na noite de hoje, o deputado federal Valtenir Pereira (PSB) denunciou que seu aparelho de telefone celular foi clonado para bandidos aplicarem golpes bancários. Ele fez um comunicado distribuído a imprensa.

Valtenir explicou que inicialmente o aparelho ficou sem sinal. "Aparentemente foi hackeado e estão usando indevidamente o WhatsApp, agindo com péssimas intenções e enviando mensagem perguntando se alguém tem conta no Banco do Brasil para solicitar uma transferência", disse numa referência ao aplicativo de troca de mensagens.

Ao final da nota, o parlamentar pede que as pessoas com quem mantêm contato fiquem atentas. "Quem puder, por favor, avisa para o pessoal, parentes, amigos e todos os outros grupos para que ninguém faça transferência de valores, pois estão tentando aplicar um golpe", sinalizou.

A clonagem de telefones celulares tem sido um crime relativamente comum. No ano passado, Mato Grosso também sofreu com um escândalo ligado a telefonia.

Uma denúncia do promotor e ex-secretário de Segurança Pública, Mauro Zaque, começou a desmantelar um esquema ilegal de interceptações telefônicas com aparato do Estado. O esquema levou a prisão de dezenas de pessoas, dentre elas secretários de Estado, empresários e ainda oficiais de alta patente da Polícia Militar.

Todos hoje estão soltos por decisão do ministro do Superior Tribunal de Justiça, Mauro Campbell. Ele é o titular de inquérito no STJ em que o governador Pedro Taques (PSDB) é um dos investigados.

 

NOTA PÚBLICA

O celular do deputado federal Valtenir Pereira está sem serviço. 

Aparentemente foi hackeado e estão usando indevidamente o WhatsApp, agindo com péssimas intenções e enviando mensagem perguntando se alguém tem conta no Banco do Brasil para solicitar uma transferência.

Quem puder, por favor, avisa para o pessoal, parentes, amigos e todos os outros grupos para que ninguém faça transferência de valores, pois estão tentando aplicar um golpe.

Agradeço a compreensão e colaboração de todos. 

Cuiabá-MT, 10/01/2018.

Assessoria de Comunicação do deputado federal VALTENIR LUIZ PEREIRA 

 

 

 
Da Redação