Golpista de Barra do Garças que usa 07 nomes falsos é procurado em quatro estados

25/11/2013 08:58

As polícias civis de quatro estados procuram por um homem que utiliza nomes falsos para aplicar golpes. Com os nomes de Célio Domingos da Silva, Maxsuel Domingos da Silva, Maxsuel Nogueira da Silva, Célio Nogueira da Silva, Mozaniel Domingos da Silva, Juracy/Juraci Aparecido da Silva e Célio Barra, o suspeito já fez vítimas nos estados de Rondônia, Maranhão, Goiás e Mato Grosso.

O golpista com o nome de Célio Domingos da Silva chegou a ser preso em Vilhena, Rondônia, no dia 28 de outubro deste ano, com uma motocicleta furtada em Juína, onde na cidade mato-grossense, se passando por técnico de escolinha de futebol, arrecadou cerca de R$ 10 mil de empresários do município e depois sumiu. Em Juína ele se apresentou como Maxsuel Nogueira da Silva, mas nunca forneceu qualquer documento para comprovar sua identidade.

Na cidade de Colorado do Oeste (RO), o estelionatário aplicou golpes em idosos aposentados, se passando por funcionário da Previdência Social. Ele procurava aposentados e dizia que o pensionista tinha dinheiro para receber do INSS, no valor de R$ 1,6 mil, mas que para dar entrada no pedido teria que adiantar pagamento de R$ 300. A vítima se mostra interessada e quando vai buscar o dinheiro, o golpista toma tudo que ela tem na carteira ou em casa.

De estelionato o golpe acaba em roubo, pois algumas vítimas reagem quando percebem que estão sendo assaltadas. Em Rondônia, há oito registros de vítimas idosas que perderam entre R$ 600 e 1,5 mil, somente nas cidades de Colorado do Oeste e Cabixi, totalizando cerca de R$ 7 mil. As cidades de Vilhena e Cerejeiras, em Rondônia, também registraram casos com o mesmo “modus operandi”.

De acordo com a Polícia de Rondônia, em pesquisa nos Institutos de Identificação não foram encontradas identidades nos nomes que utilizada. “No entanto constatamos que ele utiliza vários nomes em diversas cidades onde aplica golpes”, disse o agente de polícia, Marcos Brito, da Delegacia de Colorado.

Em São Luiz dos Montes Belos, no Estado de Goiás, usa o nome de Mozaniel Domingos da Silva. Em Jussara (GO) ficou conhecido pelo nome de Juracy/Juraci Aparecido da Silva. Em Mato Grosso, utilizou o nome de Maxsuel Domingos da Silva, em algumas cidades e também Célio Barras, em alusão a cidade de Barra do Garça, cidade onde o mesmo morava.

A Polícia de Rondônia ainda não descobriu seu verdadeiro nome, por isso encaminhou a foto do suspeito para unidades da Polícia Civil de Mato Grosso e outros estados por onde teria feito vítimas.

O estelionatário já foi preso por receptação, mas se encontra solto. Ele possui mandados de prisão preventiva em Colorado do Oeste (RO), Jussara (GO) em Canarana (MT) pelo crime de estelionato, onde também tem condenação por furto e roubo.

Denúncias podem ser feitas no 197 da Polícia Civil de Mato Grosso e na Delegacia da Polícia Civil de Rondônia, em Colorado do Oeste, pelo telefone (69) 3341 2495.

 

Fonte: Jornal da Noticia com Assessoria