Polícia Civil prende quadrilha acusada de furtar R$ 300 mil em gado

 

PJC-BG

 

Seis pessoas foram presas pela Polícia Civil em Barra do Garças acusadas de serem integrantes de uma quadrilha especializada no furto de gado no Araguaia. De acordo com a polícia, o bando teria praticado furto em Barra do Garças, Araguaiana, Água Boa e o prejuízo beira a casa de R$ 300 mil. 

Os suspeitos contavam com apoio logístico de caminhão para transporte do gado e rádios de comunicação. Quatro dos acusados já estão presos e mais dois foram detidos na segunda-feira (17) pela Delegacia Especializada de Roubos e Furtos (Derf) sob comando do delegado Wilyney Borges Santana.

O delegado apresentou um organograma para explicar como funcionava a quadrilha em que Jânio e Nelson são apontados como líderes e tinham apoio de Geovane e Alcione para furtar o gado. Rodrigo tinha o papel de fazer a receptação do gado e Divino pelo transporte.

A operação foi denominada Araguaiana porque um dos envolvidos foi preso naquela cidade onde também houve um furto de gado recentemente. “A detenção desse pessoal deve diminuir a incidência de roubo de gado na região fato que vinha atormentando os fazendeiros”, finalizou o delegado.

Por: Ronaldo couto