Polícia de Aragarças prende ladrões que roubaram empresário na Barra e carro em Goiânia

 

Tv Centro Oeste / SBT

 

A Polícia Militar (PM) de Aragarças numa ação de patrulhamento de rotina prendeu na noite de terça-feira (29) no Travessia na avenida Beira Rio dois ladrões que tinham acabado de assaltar em Barra do Garças na avenida Gabriel Ferreira o empresário Wilmar Gonçalves Ferreira da garagem Tudo Automóveis e Casa do Ciclista. Essa situação foi uma grande coincidência porque a PM de Aragarças não sabia do roubo na Barra e abordou os ladrões porque eles estavam em atitude suspeita.  

A prisão foi por volta das 22h30, todavia o assalto na Barra ocorreu às 21h40 quando os ladrões que são de Goiânia: Wilquer Pereira de Araújo, 20 anos, e Mateus Brito Silva Castro conhecido Garra, 18 anos, portando uma pistola .40, estavam numa lanchonete em frente a casa do empresário bebendo para disfarçar e ‘manjando’ a atitude da vítima.

Eles anunciaram o assalto no momento em que o portão da residência se abriu e Wilmar estava guardando o carro. A esposa da vítima percebeu o assalto e gritou fechando o portão. A situação ficou tensa e empresário disse que não tinha dinheiro em casa e ofereceu uma corrente de ouro que os ladrões pegaram e foram embora parando em Aragarças.

E para o azar dos ladrões, uma viatura da PM de Aragarças que passava pelo Travessia desconfiou o comportamento dos ladrões que estavam num num Pólo com placas de Goiânia. Foi feita a abordagem e um dos assaltantes tentou reagir pegando a pistola mas foi contido pela guarnição.

No destacamento, os policiais descobriram que o carro Pólo tinha sido tomado em assalto no mesmo dia em Goiânia da vítima Vinicius Rodrigues Castro que por telefone confirmou o fato. Vinicius está vindo quarta-feira (30) para Aragarças para pegar o veículo dele.

Uma grande coincidência para o bem da sociedade. Parabéns aos policiais de Aragarças que atuaram nessa ação: Abreu, Nascimento, Vitor Clésio e Edson que efetuaram a prisão de dois elementos perigosos e resolveram dos crimes de roubo que tinham ocorrido em Goiânia e Barra do Garças. 

 

Por: Ronal couto