Polícia recupera quase 25 mil reais e prende 21 pessoas acusadas do assalto ao malote de supermercado em Barra do Garças

12/12/2013 12:15
 

21 pessoas foram presas pela polícia militar na tarde dessa quarta feira em Barra do Garças, e 25 mil reais em dinheiro recuperados. O montante é proveniente de um assalto que aconteceu na tarde da última segunda feira na rua 42 no Bairro Santo Antônio. Além do dinheiro, quase um quilo de maconha, um revólver calibre 38 e 14 munições intactas. Ainda com os bandidos se encontravam um revólver falso simulando uma ponto 40. Além de vários aparelhos de celular. Cerva de 20 a 25 policiais participaram da operação.
 
A operação começou por volta das 11h no Bairro santo Antônio. Equipes da Força Tática, serviço de inteligência e outras viaturas da PM comandadas pelos tenentes Suarez e Emanuel estouraram uma boca de fumo. Nesse local as primeiras 9 pessoas foram presas, dessas, 2 são menores de idade. A operação se estendeu por todo o período da tarde, e também prenderam pessoas nos bairros Piracema e Serrinha.
 
Dentre os detidos estavam os três assaltantes que roubaram o Office boy do supermercado Aqui Agora levando cem mil reais na ocasião. Entre os que foram presos pelo menos 3 deles com mandados de prisão em aberto por outros crimes. Alguns deles com várias passagens pela polícia. A quadrilha era especializada em roubo, furto e tráfico de entorpecente. Todos com idade entre 16 e 26 anos e do sexo masculino.
 
Pelo menos três motocicletas foram apreendidas, as mesmas com as características das que foram utilizadas para o assalto. Sendo duas C.G.S. Titan, sendo uma vermelha e outra preta, e uma YBR Factor vinho. A operação foi desencadeada pelo serviço de inteligência que começou a monitorar os passos dos elementos.
 
O dinheiro foi localizado em várias residências dos indivíduos que já tinham dividido o dinheiro. Um deles já tinha colocado um som no carro de 5 mil reais. O dono da loja onde o som foi comprado foi detido suspeito de fazer parte do bando. Outro envolvido é do Rio de Janeiro e está foragido.
 
 Por: Assessoria