Subtenente dos Bombeiros passa mal durante curso de mergulho e morre

Ele ministrava a aula de mergulhador autônomo no Rio Teles Pires, na cidade de Santa Rita do Trivelato (445 km da capital), no fim da manhã da sexta-feira (28).


DA REDAÇÃO

Reprodução

 

O Corpo de Bombeiros decretou luto de três dias pela morte do subtenente e informou que o corpo está sendo velado em Nova Xavantina, onde também deve ser sepultado.

O subtenente do Corpo de Bombeiros, Kleiber Rodrigues Alves, de 40 anos, teve uma parada cardiorrespiratória e morreu durante um curso de mergulho para alunos soldados da corporação do município de Nova Mutum (350 km de Cuiabá). Ele ministrava a aula de mergulhador autônomo no Rio Teles Pires, na cidade de SANTA Rita do Trivelato (445 km da capital), no fim da manhã da sexta-feira (28).

Segundo informações da assessoria de imprensa do Corpo de Bombeiros, o subtenente estava fazendo o mergulho, em uma profundidade de aproximadamente seis metros, quando começou a passar mal. Um aluno percebeu o estado de SAÚDE dele, e o ajudou a sair da água.

Rapidamente, a equipe de apoio do CURSO deu os primeiros socorros a Kleiber e o levou para um hospital. No entanto, ele morreu no BOX de emergência. O corpo dele foi encaminhado para o Instituto Médico Legal (IML) de Nova Mutum para fazer o exame de necropsia, que deve apontar as causas da morte.

A corporação deve analisar os equipamentos de mergulho que Kleiber usava no momento que passou mal, para saber se não apresentavam nenhum tipo de irregularidade.

O Corpo de Bombeiros decretou luto de três dias pela morte do subtenente e informou que o corpo está sendo velado em Nova Xavantina, onde também deve ser sepultado.

Kleiber era lotado em um batalhão de Cáceres (240 km de Cuiabá) e estava há 16 anos na corporação.