Tempestade com raios e ventos fortes causa estragos em Piranhas

 

Tribuna Piranhense

 

Choveu forte na madrugada em Piranhas. Um vendaval derrubou telhados, árvores e toda a cidade ficou sem luz. O teto do Terminal Rodoviário do município ficou totalmente destruído e as partes da cobertura ficaram espalhados por vários metros. Pedaços da estrutura foram encontrados nas ruas e encima de casas e árvores.

A ventania derrubou árvores em ruas e avenidas de vários bairros de Piranhas, causando a destruição de muros e danificando a rede elétrica. Coberturas de vários prédios comerciais foram danificadas. Faixadas de várias lojas também foram destruídas. Na Praça Joaquim Teodoro, no Setor Sul, houveram danos nas lanchonetes instaladas no local. Estruturas de metal e tendas cederam e partes foram arremessadas para longe.

Apesar da intensidade da tempestade e dos estragos causados, as unidades de saúde informaram que não houve feridos dando entrada com ferimentos. Equipes da Prefeitura fazem a limpeza da cidade, removendo as árvores caídas que obstruem as vias públicas.

Equipes da Celg-D trabalham desde as primeiras horas da manhã para reparar os danos na rede elétrica, já que algumas árvores que caíram atingiram fios. O fornecimento de energia elétrica já foi normalizado na maioria dos bairros, mas ainda há localidades com alguns problemas.

Outro fato que chamou a atenção dos moradores foi a tempestade elétrica que durou cerca de uma hora. Antes mesmo da chuva, o céu de Piranhas ficou iluminado. Tempestades elétricas são comuns no verão. A alta temperatura associada a umidade do ar provocam nuvens muita carregadas. A pressão interna dessas nuvens provoca as descargas elétricas e ventos fortes.

 

Jotta Oliveira / Tribuna Piranhense