Bombeiro de Barra do Garças participa de missão humanitária em Moçambique

04/04/2019 10:21

Foram dois convocados pela corporação e um deles é de Barra do Garças

GCOM MT

Foram convocados dois bombeiros de Mato Grosso para participarem da missão humanitária da Força Nacional em Moçambique. Um deles é o sargento Rivanei Alves de Araújo, lotado em Barra do Garças e outro é o sargento Ciro Mariano, de Cuiabá.

Na segunda-feira (1/4) eles chegaram à cidade de Beira, em Moçambique para socorrer a população afetada pelo ciclone Idai, ocorrido no dia 14 de março. Os militares de Mato Grosso fazem parte de um grupo de 20 Bombeiros da Força Nacional, convocados para ajudar a cidade, que fica na região do país mais atingida pela tempestade.

Ciro Mariano conta que os bombeiros brasileiros saíram do Brasil na sexta-feira (29.03) pela manhã e fizeram escalas na Costa do Marfim e am Angola antes de chegar ao destino nesta segunda-feira. “Apesar da destruição na cidade, nós estamos numa área segura, distribuídos em duas barracas com água potável, alimento e medicamentos”, conta o sargento.

Os brasileiros são coordenados pela missão de paz da Organização das Nações Unidas (ONU). O maior desafio atualmente é oferecer abrigo e comida aos desabrigados do desastre. A montagem de barracas temporárias ainda é, quase vinte dias depois, uma necessidade para os moçambicanos da região afetada. O país ainda necessita de ajuda humanitária.

Brumadinho

As buscas na área do córrego do Feijão, na região soterrada pelo rompimento da represa de Brumadinho, foram encerradas nesta segunda com o progresso na localização de vítimas da tragédia. A colaboração da equipe de busca e resgate com cães do CBMMT permitiu a localização de fragmentos das vítimas, o que já permite identificação.

Há dias havia uma grande expectativa em encontrar um veículo onde que acreditava-se haver cinco pessoas. No fim da tarde, a equipe formado pelo soldado Luis Carlos e cadela Sheron indicaram o local. Após algumas horas de escavação o veículo foi encontrado e também um segmento de corpo. Os três militares que estão em Minas Gerais permanecerão nessa missão até o dia 11 de abril.