Governo suspende processo seletivo para contratação de profissionais temporários

13/04/2018 10:30

A medida foi para cumprir uma determinação da Procuradoria Geral do Estado (PGE) com o objetivo de garantir que o Governo do Estado permaneça dentro do limite prudencial das despesas com pessoal.


DA REDAÇÃO

A Secretaria de Estado de Cidades (Secid) anunciou, na tarde de quinta-feira (12), a suspensão – por tempo indeterminado - do processo seletivo para a contratação temporária de profissionais que iriam compor o quadro de servidores da pasta.

A decisão será publicada no Diário Oficial do Estado que circula nesta sexta-feira (13).

A medida foi para cumprir uma determinação da Procuradoria Geral do Estado (PGE) com o objetivo de garantir que o Governo do Estado permaneça dentro do limite prudencial das despesas públicas de pessoal do Estado.

O processo seletivo anunciado no último dia 4, previa a contratação para 20 cargos com salários de R$ 5.932,44 com carga horária de 20 horas semanais. O contrato será válido por nove meses.

As vagas ofertadas eram para engenheiro civil, engenheiro eletricista, engenheiro especialista em segurança do trabalho, agrônomo, engenheiro de controle e auditoria ambiental, engenheiro sanitário, gestor ambiental, geógrafo, tecnólogo em gestão ambiental, arquiteto, advogado com registro da OAB e tecnólogo da informação.

Para todos os cargos o edital alertava sobre a necessidade do candidato ter no mínimo dois anos de experiência na profissão.

Para quem tem formação superior em outros cursos, a secretaria havia aberto seis vagas para o cargo de analista administrativo, que pode ser qualquer área de formação. (Com assessoria)