Idoso morre afogado ao limpar tanque de peixes em Rondonópolis

15/02/2018 09:40

De acordo com a Polícia Militar, o filho da vítima disse que o idoso foi limpar o tanque e dar alimento aos peixes quando se afogou.


DA REDAÇÃO

RepórterMT/Reprodução

O corpo foi retirado das águas e colocado na beira do tanque, até a chegada do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) que constatou a morte do idoso.

José Cândido Alves, de 73 anos, morreu afogado ao tratar de peixes em um tanque nessa quarta-feira (14), em uma propriedade rural, localizada na região da Vila Bueno, em Rondonópolis (212 km ao Sul de Cuiabá).

De acordo com a Polícia Militar, o filho da vítima disse que o idoso foi limpar o tanque e dar alimento aos peixes quando se afogou.

O filho notou que o pai demorava muito para voltar e então resolveu ir verificar o que tinha ocorrido.

Foi então que ele viu o chapéu do pai boiando e suspeitou que ele tinha se afogado. Com a ajuda de vizinhos, eles mergulharam no tanque e encontraram o corpo do idoso.

O corpo foi retirado das águas e colocado na beira do tanque, até a chegada do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) que constatou a morte do idoso.

Equipes da Polícia Judiciária Civil (PJC) e Perícia Oficial e Identificação Técnica (Politec) foram ao local e realizaram os levantamentos que o caso requer. 

O corpo de José Cândido foi levado ao Instituto Médico Legal (IML) para exame de necropsia.

O caso será investigado pela PJC.

Outro caso

No dia anterior, também em Rondonópolis, o jovem Weverton Ramos Carneiro, de 19 anos, morreu após pular de uma pedra e se afogar no Córrego Escondidinho, enquanto se divertia com amigos no local.

Amigos tentaram ajudar, mas o rapaz submergiu e não voltou mais à superfície. O corpo foi encontrado pela equipe de mergulhadores do Corpo de Bombeiros.