JOGOS ESCOLARES EM MT - Depois de cobranças, Governador sinaliza a favor da realização do evento

08/06/2018 21:33

08/06/2018 - JOGOS ESCOLARES EM MT - Depois de cobranças, Governador sinaliza a favor da realização do evento

"Cara a cara, deputado Baiano Filho (PSDB) cobra duramente Governador Pedro Taques para a realização dos Jogos Escolares"

Assim como já previsto, a segunda-feira seria decisiva para o esporte escolar em Mato Grosso. Um encontro no período vespertino no Palácio Paiaguás entre o Governador Pedro Taques e lideranças politicas e esportivas onde estiveram presentes os deputados estaduais Guilherme Maluf e Baiano Filho, o deputado federal Nilson Leitão, os Professores Marcio Nogueira da SAEL e Professor Penna, que representou a toda classe esportiva do estado, acabou com a sinalização positiva do governador para que os Jogos Escolares da Juventude aconteçam em Mato Grosso. O Governador Pedro Taques comprometeu-se ao máximo empenhar-se para que o evento aconteça, mas para isso, irá se reunir com a equipe técnica para discutir  a competição. Equipe técnica essa, onde estão inclusos a Secretária de Educação Marioneide Angélica Kliemaschewsk e o secretário adjunto de esportes Franz Correa, que desde o final de semana já haviam entregue um levantamento minucioso sobre o evento.

O deputado Baiano Filho, que já comandou a pasta do esporte em MT, permaneceu no Palácio Paiaguás onde ouviu do próprio governador que irá disponibilizar recursos para os jogos, que é previsto em lei. O deputado já se adiantou e tratou direto com o secretário de fazenda Rogério Galo no sentido de sensibilizá-lo sobre a disponibilidade de recursos de ordem federal 9.615/98 (via loteria) que é voltado exclusivamente aos eventos esportivos. Baiano Filho solicitou também ao Secretário de gabinete Domingos Sávio, para que não deixe de amparar o esporte de Mato Grosso na realização dos Jogos Escolares.

Já o deputado Alan Kardec, mesmo não se fazendo presente, cobrou duramente através do grupo de whatsap criado para debaterem as cobranças a favor da realização dos jogos. De acordo com ele, o evento faz parte da LOA e é obrigação do governdo executar o evento em Mato Grosso. “Não fui a reunião e não vou, pois é obrigação do governo a realização dos Jogos Escolares da Juventude, tem dinheiro e já provei, minha obrigação é cobrar a qualidade da execução dos jogos e os devidos pagamentos aos fornecedores”, disse.

A comunidade esportiva, professores, técnicos, atletas e familiares, aguardam agora a sinalização positiva ou não do governo estadual quanto a possível realização do maior evento esportivo escolar do Brasil em Mato Grosso que é classificatório para a fase nacional.

No caso de uma sinalização positiva, algumas fases devem sofrer alterações em virtude do tempo hábil para confecção de convênios e liquidação dos mesmos.

 

 

Esporte Geral