Lider de seita acusado de abuso sexual a crianças escreve carta em tom suicida

09/01/2019 10:40

A polícia interceptou o que seria possivelmente uma carta de despedida do homem de 42 anos acusado dos abusos que está preso em Caiapônia-GO

Folha de Caiapônia

Local dos abusos / carta em tom suicida do acusado

A Polícia conseguiu interceptar dentro do presídio de Caiapônia, uma carta do suspeito de cometer abuso sexual, envolvendo meninas entre 3 e 13 anos.O homem de 42 anos foi preso juntamente com uma mulher de 49 anos, que é a avó das crianças. As prisões aconteceram na última sexta-feira (4), em operação batizada de ‘Anjo da Guarda 2’, que apura a prática de estupros em rituais de magia negra.
 

Na carta a que nossa reportagem teve acesso, o suspeito despede da esposa, da avó das crianças, da população caiaponiense e de todos que o acusam dos estupros. E escreveu ainda, que fez de tudo para provar a inocência dele e da avó das crianças, e completou afirmando que nunca estuprou uma criança e nem teria coragem.

O suspeito finalizou o texto escrevendo que não suporta pagar pelo crime que não cometeu, e cita que um dia a justiça vai ver o verdadeiro culpado.

Segundo a Polícia, a intenção era que a carta chegasse até a avó das crianças, que está em outra ala do presídio de Caiapônia. O suspeito está separado dos demais presos.