PC apreende celular e computador de jovem que ameaçou massacre em escola de Cuiabá

17/04/2019 09:47

Objetivo é colher mais materiais que indiquem que ameaça poderia se concretizar

dea.jpeg

A Delegacia Especializada do Adolescente (DEA) cumpriu mandados de busca e apreensão na manhã desta quarta-feira (17) em Cuiabá e Várzea Grande. O alvo são possíveis ameaças de ataques em escolas nas duas maiores cidades do Estado.

As informações são de que buscas foram realizadas na casa do adolescente A.L.S., de 15 anos. Foram apreendidos computadores e um aparelho celular, que pertenciam ao garoto. 

O menor é suspeito de fazer ameaças, após postagem em rede social, por fotos e vídeos em que aparece fardado e em posse de uma arma com mira a laser. 

O caso repercurtiu e gerou pânico em pais e alunos da Escola Coração de Jesus. A diretoria da instituição chegou a anunciar a expulsão do aluno. 

Na operação desta quarta-feira, os policiais fizeram buscas numa residência no bairro Construmat, em Várzea Grande. Investigações apontam que novas ameaças foram feitas a Escola Estadual José de Mesquita, em Cuiabá.

Os possíveis ataques às instituições de ensino ganharam força após o caso registrado na Escola Raul Brasil, em Suzano. Na ocasião, dois jovens mataram 9 pessoas e depois cometeram suicídio.